Consultório José Caminha – Broncofibroscopia

Broncofibroscopia

Em 1915, Chevalier Jackson estabeleceu que, em caso de dúvida, a broncoscopia deve ser feita!

A visualização endoscópica das vias aéreas superiores e inferiores é, nos dias de hoje, um procedimento diagnóstico e terapêutico fundamental em Pneumologia. Trata-se de um método moderno, que constitui um procedimento seguro e de inestimável valor no diagnóstico e tratamento de um conjunto de doenças do tórax. É uma técnica pouco invasiva e com baixa incidência de complicações, mas necessita de pessoal especializado, de equipamento e local adequados, para optimizar as potencialidades do exame.

A broncofibroscopia deve ser realizada por um pneumologista. Os exames broncoscópicos devem realizar-se preferencialmente em ambiente hospitalar, mesmo que com carácter ambulatório, por se pressupor um maior conjunto de meios capaz de garantir uma adequada observação das vias áreas com um mínimo de risco.

De um modo geral, mesmo quando são necessários actos mais complicados, tem uma demora inferior a 60 minutos. O exame pode ser realizado com o paciente acordado, após se ter procedido à anestesia das fossas nasais e garganta, preferencialmente até às cordas vocais. Hoje em dia é possível e talvez preferível realizar sob sedação, para maior comodidade do doente. É necessário jejum antes do exame de pelo menos 6 horas, assim como de um modo geral se deve evitar ingerir alimentos ou líquidos nas 2 horas após a sua conclusão, de modo a que cesse o efeito da anestesia local da via aérea superior.